Agar Base Cetrimide, Frasco com 500 gramas, mod.: M024-500G (Himedia)

Código: M024-500G Marca:

MARCA: HIMEDIA - MODELO: M024-500G - PRODUTO: Agar Base Cetrimide, Frasco com 500 gramas.

 

APLICAÇÃO: Agar Base Cetrimide é utilizado para o isolamento seletivo de Pseudomonas aeruginosa a partir de amostras clínicas.

COMPOSIÇÃO:

Ingredientes Gramas/Litro

Peptona de gelatina: 20.000
Cloreto de magnésio: 1.400
Sulfato de Potássio: 10.000
Cetrimide: 0,300
Agar: 15.000
pH final (a 25°C): 7,2 ± 0,2

** Fórmula ajustada, padronizada para se adequar aos parâmetros de desempenho.

 

PRINCÍPÍO E INTERPRETAÇÃO:

A Pseudomonas aeruginosa cresce bem em todos os meios laboratoriais normais, mas o isolamento específico dos locais ambientais ou de origem humana, animal ou vegetal, é melhor realizado em um meio que contém um agente seletivo e também constituintes para melhorar a produção de pigmentos. A maioria dos meios seletivos depende da resistência intrínseca da espécie ao vários agentes antibacterianos. Cetrimida inibe o crescimento de muitos microrganismos enquanto permite o desenvolvimento de colônias típicas de Pseudomonas aeruginosa

Cetrimida é um sal de amônio quaternário, que atua como um detergente catiônico que reduz a tensão superficial no ponto de contato e tem efeitos precipitantes, complexantes e desnaturantes nas proteínas da membrana bacteriana. Exibe ações inibitórias em uma grande variedade de microorganismos incluindo espécies de Pseudomonas que não Pseudomonas aeruginosa. King e cols desenvolveu o meio A para o aumento da produção de piocianina por Pseudomonas. O Agar Cetrimide desenvolvido por

Lowburry é uma modificação do Meio A com adição de 0,1% de cetrimida para isolamento seletivo de P. aeruginosa. Mais tarde, devido à disponibilidade da cetrimida altamente purificada, a sua concentração no meio diminuiu. A incubação foi realizada a 37°C durante um período de 18-24 horas.

P. aeruginosa pode ser identificado devido à sua característica de produção de piocianina, um pigmento fenazina azul, solúvel em água, não-fluorescente, juntamente com sua morfologia colonial e o odor característico da uva de aminoacetofenona.

P. aeruginosa é a única espécie de Pseudomonas ou bastonete gram-negativo conhecido por excretar a piocianina. Esses meios são portanto, importante na identificação de P. aeruginosa. Estes meios são utilizados para o exame de cosméticos e amostras clínicas para a presença de P. aeruginosa, bem como para avaliar a eficácia dos desinfectantes contra este organismo.

A peptona de gelatina fornece os nutrientes necessários para P. aeruginosa. O cloreto de sódio mantém o equilíbrio osmótico no meio. O cloreto de magnésio e o sulfato de potássio estimulam a produção de piocianina.

Para o isolamento de P. aeruginosa, as placas de Agar Cetrimide devem ser inoculadas a partir de meio não selectivo, tal como o Caldo infusão de cérebro e coração (M210) ou meio Triptona de soja (M011). Se a contagem for alta, a amostra de teste pode ser diretamente inoculado em Agar Cetrimide. As colônias P.aeruginosa podem aparecer pigmentadas de azul, azul esverdeado ou não pigmentadas. Colônias exibindo fluorescência a 250 nm e uma pigmentação verde azul são considerados como presumíveis positivos.

P. aeruginosa pode perder sua fluorescência sob UV se as culturas são deixadas à temperatura ambiente por um curto período de tempo. A Fluorescência reaparece após as placas serem reincubadas. O tipo de peptona usado na base também pode afetar a produção de pigmentos.

Certas estirpes de P. aeruginosa podem não produzir piocianina. Outras espécies de Pseudomonas não produzem piocianina mas são fluorescente sob luz UV. A maioria das espécies não Pseudomonas é inibida em Ágar Cetrimide, e algumas espécies de

Pseudomonas também podem ser inibidas. Alguns não-fermentadores e alguns formadores de esporos aeróbicos podem exibir uma pigmentação marrom solúvel em água neste meio. Serratia pode exibir pigmentação rosa. Testes bioquímicos e sorológicos devem ser realizados para confirmar os achados.

 

TIPO DE AMOSTRA: sangue, urina; Amostras de água

 

CONTROLE DE QUALIDADE:

Aparência: Creme para amarelo no pó livre de fluxo homogêneo

Gelificação: Firme, comparável com gel de agar a 1,5%.

Cor e Transparência do meio preparado Gel opalescente de cor âmbar clara com ligeiras formas precipitadas em placas de Petri

Reação: Reação de solução aquosa a 4,67% p/v contendo 1% de glicerol a 25. pH: 7,2 ± 0,2

pH: 7,00-7,40

Resposta Cultural: Características culturais observadas após uma incubação a 30-35 ° C durante o tempo especificado. A taxa de recuperação é considerada como 100% para crescimento de bactérias no Agar Triptona da Soja.

 

REGISTRO ANVISA: NÃO PASSÍVEL DE REGISTRO

 

ARMAZENAMENTO:

Armazenar a tempetura ambiente abaixo de 30°C em um recipiente bem fechado e o meio preparado a 2-8°C. Use antes da data de expiração no rótulo. Após aberto, o produto deve ser armazenado adequadamente a seco, a fim de evitar a formação de grumos devido à natureza higroscópica do produto. Armazenar em local ventilado protegida dos extremos de temperatura e fontes de ignição. Vedar bem o recipiente após o uso.

 

APRESENTAÇÃO / EMBALAGEM: Frasco com 500 gramas.

Sobre a loja

Dsyslab - Produtos e Equipamentos para Laboratórios, Clínicas e Hospitais Rodovia BR 277-Curitiba/Paranaguá nº 1680 Jd. das Américas - Curitiba/PR CEP: 81.540-115 Tel: 41-3086-2486 - Whatsapp: 41-99907-3651 E-mail: comercial@dsyslab.com.br

Social
Pague com
  • PagHiper
  • Pagamento na Entrega
  • PagSeguro V2
Selos

Dsyslab - CNPJ: 21.340.859/0001-10 © Todos os direitos reservados. 2020

Dsyslab - Produtos e Equipamentos para Laboratórios, Clínicas e Hospitais